..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Aulas de yoga para as crianças





Fazer yoga exige concentração, disciplina e relaxamento até das crianças. Nas turmas infantis, a diversão faz parte do programa. Entre os gestuais, posições que imitam bichos e super-heróis são usadas para prender a atenção.
A prática da yoga é cada vez mais comum entre crianças. Escolas da capital de São Paulo oferecem turmas a partir de três anos de idade. A atividade, na teoria, é direcionada ao conhecimento do corpo, ao controle da mente e ao alcance da concentração. Na prática, busca melhora no comportamento, obediência e calma. Uma nova estratégia, saudável, para os pais conseguirem tranquilidade em casa.
Para os iniciantes, a aula é repleta de mistérios. Em um espaço cheio de atrações, como uma academia, é difícil alcançar a paciência necessária para sentar no tapete, cruzar as pernas e fazer pose de meditação. Alguns tropeçam nos exercícios, outros perdem o ritmo das músicas. Os professores não exigem muito, respeitam o tempo e a particularidade de cada aluno.
Matheus Pauleli Gandolfo, 7 anos, tem três semanas de experiência. “Sou muito peste. Minha mãe acha que assim vou ficar mais quieto e bagunçar menos com meu irmão”, diz. A colega Júlia Duran, 8, incentiva a turma. “Faço yoga há um ano e meio. Pedi para entrar porque precisava relaxar.” Os dois são alunos da academia Ecofit (zona oeste de SP) e praticam yoga duas vezes por semana.
Para a professora Luciana Perez Fernandes, 32 anos, o segredo é a vontade de aprender. “Yoga não serve só para adulto, é sinônimo de qualidade de vida em qualquer fase. No caso das crianças, porém, é preciso vontade. Para dar certo, os pais não podem forçar achando que os filhos vão ficar calmos de uma hora para a outra.”
Até lá, o “treinamento” pode ser bem divertido. As turmas menores são adeptas de movimentos lúdicos. “Adoro fazer a posição do sapo, a do leão e a da cobra”, conta David Faingaus Bekin, 4 anos. O amigo Caio Atchabahian, 5, gosta de imitar o guerreiro, no estilo do filme “Kung Fu Panda”. A mãe dele, Gladys Atchabahian, 42, incentiva a atividade e transmite experiência. “Faço yoga há quatro anos e sei dos benefícios. O Caio brincava comigo em casa e ficou entusiasmado com a chance de fazer também. Ele não falta nunca às aulas e sempre sai mais relaxado.”
A técnica vai ganhando popularidade. No CEU Rosa da China (zona leste de SP), a aula já recebe jovens a partir de 12 anos. No fim de semana, a prática é livre. Nas academias e escolas, a mensalidade começa em R$ 50 e pode superar R$ 300.

26 de julho de 2009 por Yoga Net | Publicado em

Nenhum comentário:

Postar um comentário