..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Vivência da realidade é função do estado de consciência






A maioria das pessoas no mundo não conseguem se conectar nem com sua própria pele. Nas tradições antigas, nos ensinavam a saudar o sol, as estrelas, honrar a natureza...viver em harmonia com o todo. 

Enquanto na cultura moderna somos adestrados a produzir, a cultuar vícios, pensar como a maioria, vestir-se igual a todos... entrar no círculo da normose. 

Temos que transgredir, trazer o criativo, construir uma nova realidade ao invés de viver a realidade do outro. O mundo está inacabado, precisamos desdobrar os talentos que o mistério nos confiou para que possamos fazer um mundo novo agora.

Perdemos a dimensão do sagrado, não olhamos para as estrelas para nos guiarmos...voltamos para olhar o GPS!



VR = F (E.C)

Vivência da realidade é função do estado de consciência.


Qual o seu estado de consciência? Você ainda acha que é dono do "seu" pedaço de terra? Que pode jogar um papel de bala na rua, pq é só um papel? Que pode passar pelo faxineiro da empresa e não dar bom dia porque é só um faxineiro?

Por amor, vamos criar a possibilidade de viver dignamente em nosso planeta, criando um estado de consciência suprema. 

Que esse novo pensamento possa brotar no seu lindo Ser, lapidando em uma epistemologia diferente em busca de um mundo onde os valores possam ser mais humanitários.

Namastê
Lu Perez






Nenhum comentário:

Postar um comentário