..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Parábola do Semeador



Eis que o semeador saiu a semear.
E quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;
Mas vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.
E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram, e sufocaram-na.
E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.
Quem tem ouvidos para ouvir, ouça".
(Mateus, XIII, 3 a 9).



Todo aquele que ouve um ensinamento e não presta a menor atenção, surge o Espírito de energia inferior. É aquele que nasce e morre pior do que nasceu!

Aquele que recebe a semente junto as pedras, é o que ouve o ensinamento e com alegria recebe-o na mesma hora, mas não tem raízes em si e esse ensinamento dura pouco tempo. Quando vem uma tormenta nem se quer lembra do que lhe foi confiado.


Aquele que recebe a semente entre os espinhos é o que ouve o ensinamento, mas com a correria do dia a dia e a busca pela ilusão de ter sufocam nele os ensinamentos transmitidos e tornam essa semente infrutíferas.

Mas aquele que recebeu a semente em uma boa terra é aquele que ouve o ensinamento, vive o ensinamento e transmite. Aquele que vive melhor do que o ontem! 

Hari Om
Lu Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário