..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Liberação Kármica





Os mantras (ou sons) que descrevo a seguir, servirão para libertar todos os vínculos kármicos do seu corpo e da aura. Este exercício pode ser feito todos os dias, pela manhã, à noite, ou também em horários quadrantes. Se possível faça-o durante vinte e um dias.
Sente-se sobre uma almofada ou um tapete... o que for confortável, flexione os joelhos em postura de meditação, feche os olhos. Posicione a língua no palato mole com uma leve pressão, encolha o abdômen suavemente, aperte o queixo contra o peito e respire fundo pelo nariz, inspirando abdômen para fora e expirando abdômen para dentro mantendo-se assim por alguns segundos.
Coloque a mão esquerda sobre o coração, e a mão direita, aberta, em frente ao primeiro chackra (órgão sexual), conservando-a afastada dali alguns centímetros. 
Mantendo essa posição, faça o mantra "OM LAM" por três vezes. Depois faça o mantra (uma vez) "OM VAM" com a mão direita a quatro dedos abaixo do umbigo, "OM RAM" em cima do umbigo, "OM YAM" no meio do peito, "OM HAM" na garganta, "OM" sobre os intercílios e "OM" novamente, com a mão direita sobre a moleira.
Durante todo o exercício, a mão esquerda deve ser conservada sobre o coração. Faça as entoações mântricas, que vibrarão nos sete chackras principais, expandindo sua aura, fazendo com que os resíduos kármicos se dissolvam.
A seqüência será, portanto:
OM LAM
OM VAN
OM RAM
OM YAM
OM HAM
OM
OM
Boa prática, Hari Om!
Lu Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário