..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Sendo você mesmo!









Hoje você irá enfrentar o desafio de ficar com a sua mente! Sinta esse lugar silencioso que há dentro de você.

Não tenha medo observe seus próprios pensamentos, observe suas emoções. Nos criamos o que está em nossa mente e enraizamos no coração. Coloque para fora, olhe de frente  para agitação, o temor,  a raiva, o medo, insatisfação e angustia.

Os sábios yoguins dizem que a dor da vida humana e causada pelas palavras, assim como toda a alegria. Nos criamos palavras para definir nossas experiências e essas palavras trazem consigo emoções que nos sacodem.

Nós somos seduzidos por nossos próprios mantras e nos transformamos em monumentos a esses mantras. Então aproveite esse momento sem falar nada, contemple esse estado que é uma tentativa de se desvencilhar do poder das palavras e principalmente de nos libertarmos de nossos mantras sufocantes.

Utilize essa técnica durante toda a sua vida, alcance o verdadeiro silêncio que há dentro de ti. Solte, relaxe os músculos  e órgãos da fala, cérebro, garganta, peito e nuca.

Deixe os sons fora da sua mente, toda essa pulsação da fala irá sumir. Sinta como um processo de  desintoxicação você está agora eliminando da sua mente e do seu coração aquilo que não serve mais.

Então, converse internamente e aproveite essa oportunidade pedindo para que sua consciência mostre tudo que te deixa triste, não esqueça nada, um à um. Todos os pensamentos e recordação de tristeza...deixa esse sentimento entrar e de passagem a ele como uma lição de bravura.

Pede para sua consciência mostrar também todos os incidentes de raiva da sua vida, todas as injustiças, todas as traições, todas as perdas. Reconheça essa existência na certeza que tudo vai se dissolver e transformar em nada.

Pede para sua consciência mostrar sua vergonha, suas falhas, mentiras egoísmo, ciúme, arrogância. Sem críticas isso faz parte dos seres humanos só os corajosos deixam de olhar pela maçaneta da porta e passam a abri-la.

Sinta, perceba e veja como sua mente agora descansa sem nenhuma agitação...volta agora atenção para seu coração, olhe para sua própria bondade e sinta, veja, perceba a capacidade que você tem de transformação. Seu amor é infinito, verdadeiro, único e pode perdoar e superar todas  as coisas. 

Perceba como Deus lhe ama e que não existe no universo céu nem inferno; a não ser, talvez em nossas mentes. Perdoe a si mesmo, porque Deus em sua eterna compaixão nunca julgou você por nada...Ele é o Pai amoroso que sustenta você em qualquer momento de sua vida.

Sinta a paz agora e seja a paz... Faça esse exercício sempre que precisar desocupe sua mente e preencha seu coração. 

Namastê 
Lu Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário