..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Começo de ano para as nossas crianças!










Faça um exercício de memória, tente recordar suas experiências agradáveis de quando você era criança. Você provavelmente subia em árvores, pulava corda, deixava a sua imaginação fluir, inventava brincadeiras e história. 

E hoje como vivem as nossas crianças?

Com certeza no mundo virtual; internet, jogos de video game, computadores, muitos são equipamentos úteis mas tem destruído algo inviolável... a infância.

Que mundo vivi as nossas crianças, onde anda a inocência?

Angustia-me que o sistema esteja gerando crianças insatisfeitas e ansiosas, forte candidatos a serem paciente de psiquiatras e não seres humanos livres.

Crianças que passam suas vidas com obrigações de um adulto, vivem em shopping no mundo do consumismo, andam de celulares, as meninas são mulheres; pintam unhas e frequentam salão de cabeleireiro.

E me pergunto cade as nossas crianças, o que estão fazendo com elas?

Precisamos leva-las ao parque, tirar os sapatos e deixar andar descalço na terra... subir em árvores, estimular a inventar suas brincadeiras.

A espécie humana se fechou numa redoma artificial de egoísmo e consumismo. Deixem-na envolver-se com outras espécies, com outros comportamentos.

Não só de shopping viverão as crianças, mas de todas as aventuras da infância. Comecem a perceber se vocês precisam fazer uma cirurgia na relação com seus filhos.

Errar todos erramos isso é fácil, o mais difícil é assumir e mudar a direção. Tenho certeza que você pai da o melhor de si, com a melhor educação, mas sei também que a maioria das nossas crianças se tornaram especialistas em consumir produtos e operar computadores, mas será que saberão observar, intuir, induzir.

Alguns estudiosos confirmam que para expandir os horizontes da psique, uma pedagogia insubstituível superior as teorias educacionais começaram a levar as suas crianças aos bosques, zoológicos, jardim botânico.

Se precisar mude a rota da educação e deixe para os seus filhos o caminho da esperança e da evolução!

Augusto Cury/ com pitada de Luciana Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário