..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Conto: Julgamento





Num lugar distante, havia uma senhora que tinha como hábito todos os dias levar leite para as crianças em um colégio cerca de 3 km da sua casa.

Acordava cedo para ordenhar a vaca e logo com o galão cheio colocava em sua cabeça , tampava com um lenço e caminhava rumo a escola.

No meio do caminho, uma rajada de vento forte fez balançar  as árvores e a mulher que caminhava com cuidado percebeu que o lenço que cobria o leite saiu voando. 

Nesse mesmo momento, uma águia que voava acima com uma cobra no bico , assustou-se com o vento e soltou a cobra que veio a cair dentro do galão de leite; Assim que a mulher percebeu , tirou a cobra de dentro e ficou pensando se isso poderia ter afetado o leite, e então ela decidiu que daria para as crianças.

Assim que as crianças tomaram o leite , todas elas morreram; Foi uma grande discussão para achar quem seria o culpado; o vento, a águia, a cobra, ou a mulher e como não chegavam a nenhuma conclusão, resolveram chamar o Deus da morte e perguntaram para ele quem seria o culpado. Então ele disse...

O Culpado são todas as pessoas que julgaram!



Nenhum comentário:

Postar um comentário