..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

sábado, 31 de agosto de 2013

Desapego


“Muitas pessoas ouvem essa idéia do desapego e pensam que é uma espécie dedesassociação“, diz o psicoterapeuta canadense e professor de Yoga e BudismoMichael Stone, no início desse vídeo de 4min sobre “O Coração do Desapego” (The Heart of Non-Attachment). “Não vou me apegar a como as coisas são, nada pode me abalar, e, de uma certa maneira, eu também pensei que a prática espiritual, e a meditação especialmente, seria um jeito de me isolar do sentimento, mas na verdade as coisas não funcionam desse jeito”, diz ele. Tirando um pouco do materialismo simplista que ficou colado nessa expressão (de desapego somente ligado à objetos de posse), Michael Stone propõe uma releitura dessa expressão, do inglês “non-attachment“, dizendo que o desapego é a idéias fixas e a uma mentalidade fechada, justamente para evitar que desapego seja também só da “parte ruim” da realidade. Assim, desapego seria estar aberto a tudo, uma intimidade e um envolvimento verdadeiros com todas as coisas.
Desapego, assim, seria apenas soltar aquilo que foi “pego” de início e mantido “fixo”, como se fosse permanente. Ou como achamos que deveriam ser. Uma frase do filósofo dinamarquês Søren Kierkegaard, contida no documentário “Mundos Interiores Mundos Exteriores“, diz que “Se você me dá um nome, você me nega“. Neste sentido, até um nome pode significar apego, negação do que é, e pode significar a tentativa de fixar uma idéia ou um conceito a alguma forma inerentemente impermanente. Deixar de fixar significaria um desapego, neste caso.
Ou como diria (e de fato disse, segundo os registros) o sábio indiano Sri Nisargadatta Maharaj (1897-1981), “não é o que você faz que importa, mas o que você deixa de fazer“. E quem deixa de fazer somos nós com nossos movimentos mentais denomeação, conceituação, fixação e apego. Levado às últimas consequências, os sábios apontam que o próprio “eu” deve ser uma idéia ou conceito a ser investigado – e solto.
Segue o vídeo traduzido e legendado em português (caso as legendas não estejam ativadas por padrão, clique em “Select Language” no controle inferior do vídeo e selecione “Portuguese, Brazilian”- caso o vídeo não apareça, recarregue esta página ouuse este link alternativo):
http://dharmalog.com/2013/08/26/desapego-envolvimento-intimidade-coisas-sao-michael-stone-traducao-pro-desapego/


Nenhum comentário:

Postar um comentário