..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

domingo, 29 de março de 2015

Domingo de Ramos







Sinto que escolhemos realmente onde estamos, em que situação vivemos. 

Podemos viver  como  galinha, ciscando no quintal olhando sempre para baixo achando que o que lhe resta é só comer minhocas, tendo assim medo de olhar para o alto, para o horizonte. Ser galinha é ter medo de dar um passo a frente de dizer o que pensa, de ser sincero com amorosidade; contigo mesmo e com os outros.  Ser galinha é fazer suas escolhas com referência ao passado e nunca ao presente. 

Outro tipo de galinha é aquela que vira galo, continua ciscando para traz, estufa o peito porque tem que mostrar quem é que manda aqui. São pessoas que passam a vida achando que tem o cedro do poder, que não são capazes de escutar uma boa verdade, pois preferem a mentira que eleva seu ego do que a verdade que doí, mas que eleva a alma.

Se olharmos em nossas vidas quem sabe já passamos por galinha e galo, mas neste momento desejo que como eu sintam-se como uma Águia que passa pela sua transformação, pelo recolhimento, pelo renascimento e podem assim olhar do alto a bela paisagem que foi criada  para que possamos alçar um lindo vôo no céu da consciência cósmica. 

Neste domingo de ramos desejo que você possa sair do aprisionamento e da carceragem imposta por todos os dogmas, julgamentos, crenças etc. 

Que nesta semana você possa caminhar em direção a luz viva de Cristo, rumo ao seu renascimento e alçar um vôo lindo nos braços do Deus Vivo. 

Namastê
Lu Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário