..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

domingo, 9 de março de 2014

Velho mundo para o novo mundo!




Estamos revolucionando o mundo, resgatando o sagrado após séculos de predomínio do materialismo. O direcionamento em busca de sentido e um propósito para restabelecer a ordem.

O século XX foi a aliança entre duas barbáries: a primeira vem das profundezas do tempo e traz a guerra, massacre, fanatismo, deportação. A segunda, vem do âmago da racionalização, que somente conhece o cálculo e e a servidão técnico industriais, ignorando o indivíduo seus corpos, seus sentimentos, sua alma.

Porém, para dissolver essa herança é preciso se reconhecer descobrir quem vc realmente é! Diante de tanta demência humana é importante que possamos tomar consciência da nossa verdadeira riqueza que vem do nosso DNA sagrado.

Somos terapeutas do universo, com conhecimentos multidisciplinares cada vez mais abrangente em relação a percepção de si mesmo, do outro e do universo.

Vejo me frente ao mundo moderno cheio de ilusões e quando observamos a evolução do homem na história da modernidade nos defrontamos com a falência do sentir e com o progresso do racional.

Temos sim alguns problemas que ora enfrentamos são itens globais, planetários, e a inadequação do escurecimento da visão aos acontecimentos que nos circundam.

Ajudemos amorosamente a tirar o véu desta cegueira onde o mais importante são as coisas externas.

Somos o todo e as partes, e na qualidade do todo não há parte. Porém, em todos os seres vivos que vivem isoladamente em seu mundo material, ele está sim conectado com o todo no interior das partes: lembremos que cada célula e cada átomo contém a totalidade.

Desta forma vamos cruzar a fronteira do velho para um novo mundo onde as possibilidades tornam se infinitas.

Hari Om Tat Sat
Luciana Perez

Nenhum comentário:

Postar um comentário