..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Gayatri






O MANTRA GAYATRI 
Om Bhur Bhuvah Svah 
Om Tat Savitur varenyam bhargo devasya dhimahi 
Dhiyo yo nah prachodayat 
Om Shanti Shanti Shantii 




  
“ Ó  Mãe Divina! Tú que subsistes nos três mundos: Bhur (a Terra, o mundo físico) Bhuvah (o Espaço, o mundo astral) e Swaha (o Céu, o mundo causal); que estás presente nos três Kaalas (períodos de tempo: passado, presente e. futuro) e nos três Gunas (atributos da matéria: Satva, o equilíbrio, Rajas, a atividade e Tamas, a inércia). Eu oro ali para que ilumines nosso intelecto e disperses nossa ignorância, assim como a esplendorosa luz do sol dispersa toda a escuridão. Oro ali para que tomes nosso intelecto sereno e iluminado.” 



Gayatri Mantra é a oração universal contida nos Vedas, as escrituras mais antigas da humanidade e contém em si, toda a essência dos ensinamentos dos Vedas. É dirigido à Divindade imanente e transcendente, denominada Savita, que significa “Aquele do qual tudo nasce”, e que tem seu correspondente físico no Sol. Tem aspecto feminino (Mãe Divina) pois, no Hinduísmo, este aspecto representa o Poder Divino manifestado, atuante, que desejamos invocar. 



Mantra é dividido em três partes: 

O Louvor à Divindade: (Om - Bhur Bhuvah Swaha - Tat Savitur Varenyam); 

 A Meditação em reverência ao Seu Esplendor (Bhargo Devasya Dhimahi); 

 A prece pela iluminação do intelecto (Dhiyo-yo Nah Prachodayat). 



Sua prece não pede nenhuma vantagem material nem a satisfação de nenhum desejo em particular, mas roga à Luz Universal que se manifeste no intelecto de cada um para que possa vislumbrar a Verdade e viver n’Ela. É interessante observar que o mantra é entoado no plural e, assim, cada vez que é cantado, é feito um pedido para que todos atinjam a Iluminação. 





O significado e a energia invocada por cada uma das 24 sílabas no contexto de Gáyatri mantra;

1 - 'tat' - tapini - fertilidade
02 - 'sa' - saphalata - valor, coragem
03 - 'vi' - visshwa - perseverança
04 - 'tur' - tushti – bem estar
05 - 'va' - varada - yoga
06 - 're' - revati - amor
07 - 'ni' - sukshma - riqueza
08 - 'yam' - jnana – brilho, conhecimento
09 - 'bhar' - bharga - proteção
10 - 'go' - gomati - sabedoria
11 - 'de' - devika - fidelidade
13 - 'sya' - simhani - determinação
14 - 'dhi' - dhyana - vida
15 - 'ma' - maryada - tempo
16 - 'hi' - sphutaa - penitência
17 - 'dhi' - medha – antevisão do futuro
18 - 'yo' - yogamaya - prontidão
19 - 'yo' - yogini - produção
20 - 'nah' - dhanin - amparo
21 - 'pra' - prabhava - idealismo
22 - 'cho' - ushma - aventura
23 - 'da' - drishya - discernimento
24 - 'at' - niranjana - serviço 





Nós, muitas vezes, perseguimos intensamente objetivos passageiros em busca da felicidade e sabemos, que a real felicidade somente pode ser encontrada dentro de nós mesmos, por meio da elevação do nosso nível de consciência.
O intelecto pode conhecer todos os fatos com os quais estamos em contato todos os dias mas, a menos e até que ele esteja iluminado pela luz da consciência, não conseguirá perceber seus significados.
O mantra é o meio de ampliar a consciência a fim de restabelecer o sincronismo entre o microcosmo e macrocosmo. Como uma perdida gota d’água ao chegar no oceano adquire o potencial e o poder do oceano, o ser humano quando se encontra com o onipotente se funde a "Ele" tornando-se onipotente.
O Gayatri mantra é o mais glorificado mantra dos vedas (escrituras sagradas) e é direcionado ao onipotente que propiciou a vida no universo e a deusa Gayatri simboliza sua energia operativa.


Krishna, no Bhagavad Gita, diz:
“de todos os mantras, eu escolho o Gayatri”







Nenhum comentário:

Postar um comentário