..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

LIVRE-SE DAS ERVAS DANINHAS ANTES DE PLANTAR AS SEMENTES




Mensagem de Jennifer Hoffman
25 de Agosto de 2014.


As ervas daninhas estavam por todos os lados e no meio da entrada da garagem e elas deixaram a minha casa com uma aparência desagradável. Considerando que ela está à venda, a visão não era muito atraente para potenciais compradores.

Estou pronta para vender e me mudar, criar um novo início em minha vida, mas a visão das ervas daninhas em torno da garagem, que é a primeira coisa que o público vê, era bem pouco atraente.

Antes que eu pudesse plantar as sementes do meu novo início, tive que arrancar as ervas daninhas que criaram uma percepção desagradável e pouco atraente sobre a casa (que é realmente adorável por dentro) para alguém que estivesse interessado em comprá-la.

Minhas ervas daninhas estavam enviando uma mensagem errada e interferindo com as sementes dos novos inícios que eu quero criar.


Se você é um jardineiro, sabe que as sementes são plantadas em solo limpo e recém-revolvido. Você pode imaginar o plantio de sementes em um terreno com ervas daninhas? Elas provavelmente não cresceriam bem e se o fizessem, as ervas daninhas logo sufocariam as plantas novas.

Assim, por que tentamos plantar as sementes dos nossos novos inícios, antes de eliminarmos as ervas daninhas do nosso passado?

Há muitas razões – estamos preparados para nos afastarmos de nossa atual situação agora, e arrancar as ervas daninhas requer tempo, energia e esforço, não queremos lidar com as ervas daninhas, é muito opressivo, porque há muitas delas, ou esperamos que alguém o faça, ou elas desaparecerão por si só.

Estes são bons argumentos, mas são as nossas ervas daninhas e precisamos cuidar delas, porque cabe a nós arrancá-las.

As ervas daninhas têm uma maneira de brotarem subitamente e em locais surpreendentes também. Eu tive porções de ervas daninhas crescendo a partir de pequenas rachaduras em minha garagem. Como elas chegaram lá?

E elas crescem rapidamente – algumas delas tinham mais de 1 metro de altura e eu não me lembro de elas estarem tão grandes, até este final de semana. Elas são também uma distração, mudando a nossa atenção da promessa de um novo início para as lembranças do que ainda não terminamos.

Há ervas daninhas em sua vida que o estão distraindo e que precisam ser arrancadas?

A outra desvantagem das ervas daninhas é que outras pessoas as notam também. Elas não ficam escondidas da vista, não importa o quanto você tente, as pessoas vêem as suas ervas daninhas antes que elas o vejam.

Elas podem dar aos outros a impressão errada sobre você, da mesma maneira que a minha garagem cheia de ervas daninhas não combina com o interior de minha linda e arrumada casa.

As ervas daninhas que incluem a sua confusão, os seus medos e suas dúvidas, drenam a sua energia e impedem que os outros vejam a pessoa bela e poderosa que você é.

Em vez disto, eles vêem as coisas que o incomodam, que você não toma cuidado, coisas que você não está prestando atenção, ou onde você não está correspondendo ao seu potencial. E esta é a mensagem que elas lhe enviam também.

Aqui estão alguns dos sinais de ervas daninhas em sua vida, e como você pode se livrar delas, para que as sementes de seus novos inícios estejam livres para criar raízes, crescerem sem esforço e prosperarem.

1 – Você começa a notar coisas que estão “erradas” ou que o aborrecem em relação a sua vida. Estas são as ervas daninhas que estão no caminho dos seus novos inícios e elas o estão esperando para que sejam arrancadas.

2 – Você se sente inseguro quanto aos seus próximos passos, preocupa-se com a repetição do passado, ou não pode descobrir o que fazer a seguir. Você está preparado para plantar as suas novas sementes, mas não tem onde colocá-las, porque as ervas daninhas estão interferindo. Isto é uma escolha, viver com as ervas daninhas ou eliminá-las, para que as suas novas sementes tenham um espaço para crescer.

3 – Você se sente oprimido por quanto você acha que tem que fazer para alcançar os seus objetivos. As ervas daninhas são tudo o que você vê agora e pode haver tantas delas que você não sabe por onde começar. Basta começar com uma, porque o trabalho vai mais rápido uma vez que você comece, mas se você não começar, nunca irá terminar.

4 – Você está preocupado com o que os outros irão pensar ou dizer sobre os seus novos inícios e não se sente apoiado em suas escolhas e decisões. Todos vêem as suas ervas daninhas também, e desde que elas bloqueiam a visão completa do seu poder, eles provavelmente ficam se perguntando como você irá atingir os seus objetivos, como você faz, porque tudo o que eles podem ver são as ervas daninhas.

5 – Você não sabe onde plantar as novas sementes, porque nunca fez isto antes. Às vezes, é mais fácil viver com as ervas daninhas do que assumir a responsabilidade pelas sementes dos novos inícios. Novos inícios podem ser assustadores, mas eles se apresentam quando estamos preparados para eles e colocamos um ponto final onde estamos, ainda que não saibamos o que virá a seguir.

Uma vez que estejamos preparados para os novos inícios, não mais queremos dar o nosso tempo, energia e atenção ao que desejamos deixar para trás, ainda que o desejo pela mudança nos torne muito conscientes das “ervas daninhas” em nossa vida.

Embora arrancar as ervas daninhas possam não ser a sua coisa favorita a fazer, se você não cuidar delas, elas irão sufocar os novos inícios que você está tentando criar. Arrancá-las requer tempo e esforço, mas uma vez que elas se forem, novos inícios podem realmente ser inícios revigorantes e não teremos a distração das ervas daninhas para limitar a nossa visão do novo potencial que estamos criando.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/08/livre-se-das-ervas-daninhas-antes-de.html
http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

Nenhum comentário:

Postar um comentário