..

"A alma que não se abate, que recebe indiferentemente tanto a tristeza como a alegria, vive na vida imortal."Fonte - Bhagavad-Gita

domingo, 11 de novembro de 2012

Om Namo Bhagavate Vasudevaya




Esse é o grande mantra de doze sílabas que é amplamente praticado por muitas diferentes seitas hinduístas na Índia. Ele é conhecido como Mukti, ou mantra da libertação. Mesmo que suas visões filosóficas da verdade ou da realização sejam totalmente divergentes, todos aqueles que usam este mantra reconhecem o poder de sua fórmula espiritual.
O uso constante deste mantra acaba nos libertando do ciclo do renascimento. A vinda a este planeta com o propósito de saldar débitos kármicos torna-se desnecessária. Cada um de nós atravessa esse oceano de renascimento, ou samsara, oceano que é incessantemente agitado por causas e efeitos enumeráveis dos habitantes do universo. Esses, em conjunto, criam a totalidade do karma nos planos de existência que vivemos antes, durante e depois de nascermos em um determinado corpo. O significado da libertação do renascimento é a verdadeira liberdade de escolha. Mas este mantra pode ser aplicado a outro contexto, que tenha relação com seu significado. Paradoxalmente, ao mesmo tempo que pode libertar seu próprio espírito dos padrões repetitivos negativos do renascimento ou do comportamento nesta vida, ele também pode ajudá-lo a preparar o caminho para a vida de outro espírito, de uma criança.
Vasuveda é o aspecto divino que existe no interior de cada pesso. A palavra invoca a comunhão do espírito, o Habitante Interior da pessoa com a onipresença das três qualidades da existência: Sat (verdade ou existência); Chit (qualidade da mente espiritual); e Ananda (êxtase), que existem em toda a criação. Essa comunhão traz as qualidades sublimes da consciência para uma forma específica: um corpo específico, uma pessoa específica.
Om é o prefixo. É o som seminal do sexto chakra ou chakra da fronte, onde as correntes de energia masculina e feminina se encontra. Om é o nome do estado de ser em que esse Habitante Interior (jiva, atman ou alma) está em comunhão com a substância divina que permeia tudo, o espírito de Deus.
Namo significa aqui “nome” ou, mais especificamente, “nome de”.
Bhagavate é um indivíduo específico que agora está em processo de se tornar divino. Pode ser ou uma pessoa recém-nascida ou um ser já desenvolvido espiritualmente. A pessoa dispõe-se a trazer esse espírito para dentro de um corpo físico.
Vasudevaya é o “habitante interior”. A substência divina, geradora e conhecedora de tudo, à parte mas não separada da substância divina que tudo permeia.
Apesar de ser um pouco complicado. esse é o sentido absolutamente perfeito da energia do mantra. O Sânscrito é basicamente uma língua cuja essência tem mais que ver com energia do que com significado. Um significado superficial universalmente muito mais atribuído do mantra é: “Om e saudações ao Habitante Interior, substância de Deus”.
Como você pode ver, o “habitante Interior” pode também referir-se a um bebê. Nas lendas espirituais em torno de Krishna, Vasudeva era o pai dele, o que fornece outro indício oculto do uso deste mantra para trazer esse espírito a um corpo físico como filho. Portante, se você deseja ter um filho e, especialmente, se deseja um filho por razãoes espirituais, como dar uma contribuição consciente a este mundo, empreenda a disciplina básica de quarenta dias com este mantra e concentre-se nas intenções espirituais que você tem para o seu filho. Fazendo isso, você estará ajudando a todos nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário